QUÍMICA VIRTUAL

Vocês tem a maior química do planeta. Trocam mensagens 24hrs por dia. Tudo o que acontece, um corre pra contar para o outro. Mandam fotos, reportagens, fazem piadas, criam apelidos fofos, gravam áudios. Relacionamento PER-FEI-TO. Pena que não passou do virtual ainda. Vocês ensaiam marcar o bendito encontro há dias, e parece que alguma força maior sopra um “tá tão bom assim, pra quê estragar?”. É, meus caros, sem dúvida esta é uma grande pergunta. Pra quê estragar? Aquela coisa do “em time que está ganhando não se mexe”, sabe?
Poucos sabem, mas depois do primeiro encontro tudo muda.
Você vai para o encontro torcendo pro beijo não ser bom. E é. As coisas complicam mais ainda quando vocês descobrem que, além do beijo ser bom, todo o resto também é.
E, aquilo que deveria ficar ainda melhor, (afinal a química virtual sempre foi perfeita), esfria feito o Alasca.
Afinal de contas, porquê isso acontece?
Não faço a menor ideia.
Talvez seja porque o cara tem outra e esqueceu de te contar, ou porque ele não tá afim de ter nada sério com ninguém agora, ou porque ele tem medinho de se envolver.
O fato é que se vocês possuem uma baita química “pessoalmente” e o bônus de ainda ter uma incrível química virtual, nada, EU DISSE NADA, impede de continuarem juntos e “ver no que vai dar”.
O problema é quando vocês tem uma sensacional química virtual, passam horas fazendo gracinha e quando se encontram, um mal olha na cara do outro, a conversa não flui. Aí, meu amigo, melhor partir para outra. E é por isso que vos digo que se a química virtual é ótima e vocês ainda não se conhecem pessoalmente, aproveite, mas aproveite muuuuuuito esta fase que é uma delícia! Pode parecer loucura, mas não é. Ás vezes, criar uma grande sintonia antes, é o que fará toda a base para o que virá depois.

Deixe o seu comentário!