Não exija que ele frequente a casa dos seus familiares e o seu círculo de amigos

Não tem coisa mais insuportável do que a obrigação de ter que estar em lugares que você não quer estar e ter que fazer a social com pessoas que você não curte. Quando nos relacionamos com alguém, acabamos adquirindo um pacote, afinal de contas todo mundo tem uma história, família, turma de amigos. Normalmente queremos apresentar a pessoa que estamos para toda a nossa família e amigos, mas isso não quer dizer que o nosso parceiro é obrigado a gostar de todo mundo ou de querer estar sempre junto com todos. Tudo fica mais fácil quando isso acontece naturalmente, mas ter a obrigação só resulta em duas coisas: Brigas e o desgaste que, com a insatisfação, acaba levando ao fim do relacionamento. Por isso, vocês têm que entrar em um acordo. Se você adora visitar sua família todo fim de semana e seu parceiro nunca foi de visitar a família dele, é muito provável que ele não se sinta bem tendo que te acompanhar em todos os finais de semana, isso porque ele não foi acostumado assim.

Pensa comigo: Se o cara não frequenta nem a casa da própria família, acha mesmo que ele vai querer ficar enfiado dentro da casa da sua família? E nem tente ser aquela pessoa desagradável que pensa coisas do tipo “vou ensinar a ele o que é ter uma família”. O que é certo para você, não necessariamente precisa ser o certo para ele. Pessoas como a gente, que ama a família e faz de tudo para sempre estar por perto, que tem uma família super unida que adora uma bagunça, fica meio perplexo em ver que nem todo mundo tem a mesma coisa, mas isso vem muito da criação e, vamos combinar, que ele já está bem grandinho pra você querer vir ensinar qualquer coisa neste momento à força.

Logo, vá e deixe ele livre para fazer qualquer outro programa que ele queira, jogar um videogame, ir ao shopping, encontrar amigos, ficar em casa fazendo nada.

Não diga jamais frases como “em vez de ir comigo você prefere ficar sozinho sem fazer nada?”. Sim, ele prefere. Se ele não preferisse, seria o primeiro a se levantar, se trocar e entrar no carro. Já que você sabe a resposta, evite as perguntas e caras feias. Volto a dizer, todo ser humano é livre para fazer o que quiser, temos esse direito. Jamais devemos obrigar alguém a fazer ou deixar de fazer alguma coisa. Quanto mais espaço você der para a pessoa escolher o que quer, mais você terá essa pessoa ao seu lado.

Ah!, não tão menos importante, aliás importante pra caramba: Não deixe de frequentar a casa dos seus familiares porque o bonitão não quer ir, “só para ficar com ele”… Não altere sua rotina. Se você está acostumada a almoçar na casa da sua avó todo domingo, continue oras. Óbvio que terá um domingo em que você estará viajando, ou outro que você estará em alguma festa com ele e não poderá ir, mas não altere sua rotina JAMAIS por causa de relacionamento algum. Isso vale também para os amigos. Se você sempre se encontrou com suas amigas as quartas, continue indo. Afinal, amores passam (embora sempre acreditamos que “desta vez” será para sempre), mas os amigos e a sua família são seus únicos bens que ficarão a vida toda a seu lado, custe o que custar. Então não deixe de sair com seus amigos, porque ele não gosta…. Pior merda que você pode fazer, vai por mim.

Deixe o seu comentário!