RELACIONAMENTO A DISTÂNCIA

RELACIONAMENTO A DISTÂNCIA…. É um assunto bastante complexo e de duas vertentes. Ao mesmo tempo que “deixar sentir saudades” é muito bom, muita distância pode abrir um leque de opções para que se encontre alguém mais perto e disponível. Vocês estão a 980km de distância e alguém pode estar a meio metro, com disponibilidade total para participar da vida dele, das coisas dele e em pouco tempo se apegar a tudo, enquanto você passa dias atualizando o site das companhias aéreas em busca de uma “promoção”. Acontece que distância nunca foi parâmetro para fazer com que um relacionamento durasse, caso contrário nossos vizinhos seriam pares perfeitos e não precisaríamos sair de casa para conhecer ninguém (embora eu continue achando que não precisa mesmo). A velocidade nem sempre combina com a direção. Você pode acabar correndo demais e passando da última entrada à direita, e aí, minha amiga, o retorno é lá na frente… Atropelar os fatos, se ver todo dia, falar toda hora, se enfiar na vida do cara tentando criar laços com tudo o que há ao redor dele, na expectativa de assim o manter cada vez mais perto, pode ser a maior bobagem do mundo. O máximo que você conseguirá, é fazer ele cansar de você mais rápido. A pessoa passou 30, 40 anos sem saber da sua existência, aí você chega com os dois pés no peito, se esquecendo de que a pessoa já tem vícios, manias, rotina e, decidir afastá-lo ou desacostumá-lo de tudo isso, o levando para perto dos seus, fará, mais dia, menos dia, ele pular fora. E olha, você pode ser a pessoa mais linda do planeta, com o corpo mais escultural do mundo. Ele pulará fora. Acredite. Enquanto isso, ele enxerga a 980km de distância uma pessoa que pode se encaixar da maneira mais perfeita possível em sua vida. E, talvez, toda esta distância seja o tempero certo para que as coisas aconteçam com calma, criando laços que jamais seriam criados se você fosse a vizinha de porta dele. Isso porque o essencial é invisível aos olhos, nem sempre a pessoa certa está bem ao nosso alcance e toda a dificuldade e expectativa fará com que o interesse somente aumente. Aquilo que parecia impossível, acabará tornando-se a coisa mais possível e natural deste planeta e o melhor, sem que você perceba. Quando a gente encontra a pessoa certa, é como se as duas almas se reconhecessem sem ao menos se tocar. Você tem uma certeza enorme dentro de si, de que é ele, em sua mais perfeita forma. Tenta, tenta, tenta entender de todas as maneiras da onde vem toda esta certeza, mas nada parece muito lógico. A sintonia é enorme, sem ao menos abrirem a boca. A energia que paira no ar é incrível, sem ao menos mandarem uma mensagem naquele dia. Você lembra da pessoa e sente lá no fundo de que está finalmente no caminho certo, sem ao menos encostar. E tudo isso não fará o menor sentido, até em uma troca de olhares, vocês se enxergarem alí, bem dentro um do outro. Porque o amor de verdade é aquele que não consegue se explicar…

Deixe o seu comentário!