RELACIONAMENTO A DISTÂNCIA

RELACIONAMENTO A DISTÂNCIA…. É um assunto bastante complexo e de duas vertentes. Ao mesmo tempo que “deixar sentir saudades” é muito bom, muita distância pode abrir um leque de opções para que se encontre alguém mais perto e disponível. Vocês estão a 980km de distância e alguém pode estar a meio metro, com disponibilidade total para participar da vida dele, das coisas dele e em pouco tempo se apegar a tudo, enquanto você passa dias atualizando o site das companhias aéreas em busca de uma “promoção”. Acontece que distância nunca foi parâmetro para fazer com que um relacionamento durasse, caso contrário nossos vizinhos seriam pares perfeitos e não precisaríamos sair de casa para conhecer ninguém (embora eu continue achando que não precisa mesmo). A velocidade nem sempre combina com a direção. Você pode acabar correndo demais e passando da última entrada à direita, e aí, minha amiga, o retorno é lá na frente… Atropelar os fatos, se ver todo dia, falar toda hora, se enfiar na vida do cara tentando criar laços com tudo o que há ao redor dele, na expectativa de assim o manter cada vez mais perto, pode ser a maior bobagem do mundo. O máximo que você conseguirá, é fazer ele cansar de você mais rápido. A pessoa passou 30, 40 anos sem saber da sua existência, aí você chega com os dois pés no peito, se esquecendo de que a pessoa já tem vícios, manias, rotina e, decidir afastá-lo ou desacostumá-lo de tudo isso, o levando para perto dos seus, fará, mais dia, menos dia, ele pular fora. E olha, você pode ser a pessoa mais linda do planeta, com o corpo mais escultural do mundo. Ele pulará fora. Acredite. Enquanto isso, ele enxerga a 980km de distância uma pessoa que pode se encaixar da maneira mais perfeita possível em sua vida. E, talvez, toda esta distância seja o tempero certo para que as coisas aconteçam com calma, criando laços que jamais seriam criados se você fosse a vizinha de porta dele. Isso porque o essencial é invisível aos olhos, nem sempre a pessoa certa está bem ao nosso alcance e toda a dificuldade e expectativa fará com que o interesse somente aumente. Aquilo que parecia impossível, acabará tornando-se a coisa mais possível e natural deste planeta e o melhor, sem que você perceba. Quando a gente encontra a pessoa certa, é como se as duas almas se reconhecessem sem ao menos se tocar. Você tem uma certeza enorme dentro de si, de que é ele, em sua mais perfeita forma. Tenta, tenta, tenta entender de todas as maneiras da onde vem toda esta certeza, mas nada parece muito lógico. A sintonia é enorme, sem ao menos abrirem a boca. A energia que paira no ar é incrível, sem ao menos mandarem uma mensagem naquele dia. Você lembra da pessoa e sente lá no fundo de que está finalmente no caminho certo, sem ao menos encostar. E tudo isso não fará o menor sentido, até em uma troca de olhares, vocês se enxergarem alí, bem dentro um do outro. Porque o amor de verdade é aquele que não consegue se explicar…

CURSO COMPLETO SOBRE RELACIONAMENTO (inscrições abertas)

Oi gente!

Nosso curso online de relacionamento já está no ar! As inscrições poderão ser feitas A QUALQUER TEMPO! Serão 30 aulas compostas por vídeos que você poderá assistir na hora que puder, a qualquer tempo!

Matricule-se através do link: www.paulacassim.com.br/moodle

Esta é uma ótima oportunidade para quem quer ter acesso a um conteúdo mais exclusivo e diferenciado.
–> Durante o curso você poderá enviar sua história ou pergunta que será respondida por mim via e-mail. O curso é composto por 30 aulas com vídeos, cada aula um tema diferente e exclusivo.

Maiores informações e matrícula clique aqui

O QUE MOVE RELACIONAMENTOS FALIDOS

O QUE MOVE OS RELACIONAMENTOS FALIDOS é o sentimento de posse alinhado com o costume. “Mas Paula, eu amo de verdade, não tem nada a ver com posse”. Tem. E muito. E isso você só entenderá lá na frente, quando estiver nos braços daquela que você chamará de “finalmente é a pessoa certa”, após conseguir superar o fim deste seu relacionamentozinho de merda. Você está acostumado com o todo dia, na mesma hora e não suporta a ideia do que fazer com os seus domingos, caso termine. Você está completamente acostumado com tudo. E só de pensar em ter que começar tudo de novo, com uma nova pessoa, aquele lance de criar intimidade, conhecer família, se acostumar com amigos, já te dá preguiça. Aí você vai ficando no seu maravilhoso relacionamento falido, porque é mais fácil e já tá acostumado. Lá no fundo, você sabe que já não gosta tanto assim, que a emoção acabou, que poderia ser melhor como um dia já foi, mas que nunca mais voltará a ser a mesma coisa. Mas você insiste. Insiste porque não quer imaginar a ideia da pessoa com outra (vulgo, posse). Insiste porque se for pra por um fim, quem tem que por é você. E enquanto for a outra pessoa a incomodada na situação, você fará de tudo pra provar o contrário. Faz parte da natureza humana. Detestamos perder. Aliás, entre ganhar ou ser feliz, preferimos ganhar sempre. Dane-se o fato de que existem outras bilhões de pessoas no mundo que poderiam te fazer mais feliz. Vamos levando! Até a outra pessoa resolver escolher por você e tomar a coragem que você nunca teve de se livrar daquilo que já não te faz bem há tempos. Quem desiste primeiro, sofre menos. É a regra. Um sempre vai sentir mais e, normalmente, é quem não termina primeiro. Isso não é um jogo. É a sua vida. Faça cada segundo valer a pena, da melhor maneira possível e com a melhor pessoa que possa estar ao seu lado neste momento. Pare de perder tempo com a pessoa errada. Sem medinho. Faça o que tem que ser feito, sem medo de acabar sozinho no final. Lembra quando você terminou seu primeiro relacionamento, lá trás, e achou que nunca mais ia conseguir encontrar outra pessoa? Pois é…

Dizer que “está confiando nele” não o fará desviar da cantada da loira da esquerda

Relacionamento não é pedir, é dar. É idiotice você pedir pra ele nunca te trair, pra ele pensar em vocês, pra ele não arriscar tudo o que vocês tem. Você tem é que DAR BONS MOTIVOS para que ele queira permanecer ao seu lado, para que ele não queira perder tudo aquilo que vocês são. Dizer que “está confiando nele” não o fará desviar da cantada da loira da esquerda. Dizer que “o ama muito” também não. O amor não é feito de pedidos, de cobranças, de exigências ou de afirmações. O amor é feito da certeza do que se tem. Seja a melhor parte do dia dele, dê bons motivos para ele querer ficar e você jamais terá que pedir nada. Com o tempo você acabará entendendo que o verdadeiro amor está naquilo que acontece naturalmente, do nada, inesperadamente, que te envolve de uma tal maneira que quando você percebe, já é tarde demais e nomenclatura alguma jamais irá definir. Sem que se precise provar absolutamente nada. Leve, simples assim

NAMORO não é todo dia se fosse todo dia seria CASAMENTO

NAMORO não é todo dia, se fosse todo dia seria CASAMENTO!
….depois não reclama porque ele só te leva ao shopping…..